Compartilhe
facebook twitter gplus mail

Belize: um pequeno país, uma grande aventura

14/03/2019

Banhado pelo azul do Mar do Caribe, Belize costuma inspirar o visitante a alcançar uma genuína conexão com a natureza. E isso não é de hoje: os primeiros a chegar foram os Maia, por volta de 1500 a.C. criando assentamentos como Caracol e Xunantunich. A cultura e os mistérios Maia, aliás, são atrativos imperdíveis em um país reconhecido, também, pela diversidade de experiências em meio à sua riquíssima biodiversidade.

O único país de língua inglesa na América Central, com pouco mais de 320 mil habitantes, Belize tem um povo acolhedor, com diversas influências que vão desde as culturas maia, mestiça, indiana, árabe e, claro, europeias a partir da colonização pelos ingleses. Mas, o que brilha genuinamente - e faz a gente entender por que o destino é absolutamente inspirador - são suas paisagens naturais e a grande diversidade de atividades que o visitante encontra por aqui. Na costa, há uma planície costeira pantanosa com mangues. No sul e no interior, colinas e montanhas baixas. A maior parte do território é coberto por florestas, reservas de vida selvagem, uma grande variedade de diferentes espécies de flora e fauna e o maior sistema de cavernas da América Central. 

O resultado é um destino com highlights como a Grande Barreira de Corais (a segunda maior do mundo), belas praias, natureza exuberante e atividades cheias de emoção e aventura. 


Natureza protagonista

O conjunto de praias com ares caribenhos, florestas, cavernas, vidas selvagem e marinha fazem da natureza ingrediente fundamental para descobrir um país ainda pouco explorado pelos brasileiros. Em Belize, a natureza é sempre protagonista! Por lá, em todas as regiões, incluindo a costa banhada pelo Mar do Caribe, o que não faltam são atividades para explorar e vivenciar estes cenários naturais de beleza e mistérios surpreendentes. Uma viagem ao país, que faz fronteira com o México e a Guatemala, pode ter características diversas como desconexão, aventura ou busca do bem-estar. 

Observação de pássaros e jaguares, trilhas por florestas ainda intocadas, mergulho em águas cristalinas, canoagem, caminhadas, cavalgada, vela, pesca, exploração de cavernas… As atividades e atrativos são tantos, que ajudam a explicar por que Belize é reconhecido internacionalmente por seus parques nacionais, monumentos naturais, reservas florestais e santuários ecológicos que se espalham por todo território. Tudo, ainda, devidamente intocado. 


Mergulhando em meio aos corais

Se a ideia é uma viagem para mergulhar e ver a vida sob as águas, então Belize é como o paraíso. A Grande Barreira de Corais do país foi eleita Patrimônio Mundial pela Unesco em 1996 e é a segunda maior do mundo, reconhecida internacionalmente como um lugar de valor excepcional para a humanidade. São mais de 300 quilômetros de costa dona de uma beleza submarina sem limites e 400 ilhas para explorar uma riquíssima vida marinha, que inclui corais, tubarões-baleia (que se concentram ali para comer as ovas de peixe), tartarugas e arraias. As águas da Grande Barreira estão entre as melhores e mais cristalinas do planeta e a visibilidade se estende por centenas de metros. 

Não é à toa que o destino é muito procurado por mergulhadores profissionais, mas também por quem apenas deseja vivenciar a experiência de ver um mundo ainda misterioso com o auxílio de snokel. A Reserva Marinha de Hol Chan, Ambergris Caye e dezenas de outros locais fora da costa de Belize estão listados como alguns dos principais destinos de mergulho do mundo.

Os mistérios Maia 

Das civilizações mais complexas e misteriosas das Américas, o povo Maia marcou época com sua avançada cultura em áreas como arte, arquitetura, matemática e sistemas astronômicos, até desaparecer por volta do século 9. Sua população construiu templos, enormes pirâmides e cidades inteiras - muitas das quais em Belize.
Em algumas regiões, não é incomum encontrar peças antigas de cerâmica ou ouvir que uma colina distante é na verdade um templo. As atividades para conhecer esse legado cultural tem jeito de aventura em busca dos vestígios arqueológicos do que antes fora uma das civilizações mais desenvolvidas do mundo e que podem ser encontrados em lugares como Caracol, Xunantunich, Lamanai e Lubaantun.

Na Reserva Florestal Mountain Pine Ridge, por exemplo, encontra-se as ruínas de El Caracol, o maior centro Maia que existiu no país e onde estima-se que viveram mais de 150 mil pessoas. É aqui que podemos encontrar Caana, uma pirâmide com 43 metros e altura, a mais alta construção erguida pelo homem em Belize. Obrigatório, também, é conhecer Xunantunich,  núcleo arqueológico composto por seis praças e 26 templos e palácios. Destaque para El Castillo, a segunda maior pirâmide do país, com 40 metros de altura. 


Com vista para o mar

Banhada pelo Mar do Caribe, a costa de Belize tem praias que são grandes highlights para quem procura por dias à beira-mar. E não um mar qualquer: os tons de azul profundo, o contraste com as areias brancas, as águas cristalinas e calmas. Tudo aquilo que é esperado no Caribe, mesmo estando em plena América Central. No sul da ilha Ambergris Caye, San Pedro é um dos lugares mais badalados e procurados de Belize. Uma boa parte dessa fama deve-se a popstar Madonna, que incluiu a cidade na letra da música La Isla Bonita. Além da beleza natural da praia, San Pedro um dos poucos lugares do país onde há um clima cosmopolita. Perfil parecido com Placencia - o maior trecho de praia na parte continental, que ainda concentra ótima gastronomia e vida noturna misturando o povo local os visitantes. 

Os dias à beira-mar não ficam completos sem uma visita a outros locais que são quase segredos a serem descobertos. Destaque para a intocada Half Moon Caye, South Water Caye, Laughingbird Caye, Silk Cayes e Hopkins.

Um mundo subterrâneo

Para fugir do óbvio, uma das atividades mais interessantes junto à natureza é explorar o mundo subterrâneo cheio de belezas surpreendentes pelos caminhos das cavernas de Belize. Esculpidas caprichosamente durante milhares de anos, essas formações rochosas têm perfis diferentes e são perfeitas tanto para quem procura por caminhadas fáceis até àqueles que procuram por emoções desafiadoras. Nas milhares de cavernas, é possível encontrar formações de estalactites e estalagmites e cacos de cerâmica. Algumas, como a Che Chem e a  Actun Tunichil Muknal, conhecida como ATM Cave, são imperdíveis por seus componentes arqueológicos, como cerâmicas intactas e até esqueletos. Esses esqueletos são, segundo estudos, heranças dos rituais do povo maia, que consideravam as cavernas como as verdadeiras casas dos deuses.

Alguns dos sistemas mais extensos de cavernas do planeta são encontradas logo abaixo da superfície do país. Além das heranças arqueológicas, muitas cavernas reservam ao visitante surpreendentes cenários naturais, que a natureza levou eras para formar, como as cachoeiras subterrâneas em Blue Creek e Caves Branch. Aventura e contato íntimo com a natureza garantidos!


Íntimo contato com a natureza

O contato com os cenários naturais exuberantes de Belize pode ser feito por dezenas de atividades outdoor. As caminhadas para observação da vida selvagem talvez sejam das que proporcionam maior interação com essas paisagens. Para quem é apaixonado por fotografia, os cliques inspiradores são garantidos. A maioria das trilhas que levam a caminhos pouco conhecidos são projetadas em loops para que se torne uma tarefa fácil retornar ao ponto de partida. Muitas dessas trilhas são autoguiadas, outras exigem a perícia de um guia turístico especializado que ajuda a apontar pássaros, animais selvagens e flora locais. Nas reservas naturais, vivem mais de 500 espécies de pássaros, incluindo aves aquáticas em lugares como Crooked Tree e as praias de Belize.

Refúgios para os jaguares ameaçados, o Cockscomb Basin Wildlife Sanctuary e a Blade Nature são santuários de vida selvagem que somam mais de 250 mil acres e agregam espécies como pumas, jaguatiricas, falcões e araras-vermelhas. Mas a grande estrela é o mesmo o jaguar, que pode ser visto a partir de caminhadas noturnas na companhia de guias especializados.

Blue Hole Natural Monument

Visto até mesmo do espaço, o Great Blue Hole é fascinante. Localizado no Lighthouse Reef Atoll, o Blue Hole é, na verdade, uma caverna que se formou há milhares de anos, em um momento em que o nível do mar era mais baixo do que é atualmente. O círculo quase perfeito, com cerca de 300 metros de diâmetro e 125 metros de profundidade, está em uma área rica em diversidade marinha, particularmente em espécies ameaçadas e é considerado um Patrimônio Mundial pela Unesco. Nas águas do Blue Hole podem ser encontrados tubarões-martelo, que não são grandes ameaças para os mergulhadores que se aventuram por lá. 

Um dos atrativos épicos de Belize, pode ser acessado de duas formas. A primeira é por barcos, que levam os mergulhadores até a região para explorar a área que inclui corais, peixes, arraias, tubarões de vários tipos. A segunda, que dá a real dimensão do Blue Hole, é em um sobrevoo de helicóptero, atividade que mostra a visão panorâmica da região. 


Para navegar

Em um destino generosamente banhado por um dos mares mais belos do mundo, com um recife de corais que concentra 400 cayes (ilhas), é natural que tudo que esteja ligado a aproveitar o tempo sobre e sob as águas seja grande destaque em uma viagem. Há uma série de experiências proporcionadas por atividades no mar, que não se igualam a qualquer outra. Os passeios de barco, por exemplo, são especiais. Navegar e ver sob outras perspectivas os recortes naturais das paisagens do país é uma parte dos highlights, que ainda podem incluir serviços personalizados e passeios em terra com guias locais para conhecer a cultura e a gastronomia local em cada parada.

Essas incursões a restaurantes nos cayes para provar a culinária e conhecer a cultura de Belize aumentam a sensação de viver a fundo um destino e fazem praticamente  obrigatória a oportunidade de alugar um barco exclusivo, com tripulação especializada, para aproveitar um país onde os dias ensolarados são protagonistas.



Quando ir
Dezembro a maio


Como ir
A Copa Airlines tem voos semanais para Belize a partir de São Paulo, Rio de Janeiro, Belo Horizonte, Brasília, Porto Alegre e Manaus. A companhia, que agora reserva dois voos semanais para o país da América Central, mantém as escalas no seu hub da Cidade do Panamá. 


Onde ficar

Turtle Inn
Instalado em Belize, o Turtle Inn é daqueles resorts perfeitos para relaxar em meio a paisagens exuberantes. Propriedade do cineasta Francis Ford Coppola, possui apenas 25 quartos com vista para o mar caribenho, além de estar a uma curta distância de uma vila de pescadores. Belize é um ótimo destino para mergulho, já que conta com um variado bioma marinho. Na gastronomia, o restaurante Mare, exclusivo para os hóspedes do hotel, é especializado na culinária italiana, com foco em frutos do mar frescos.

0 Comentário