Compartilhe
facebook twitter gplus mail

A nova aposta de Las Vegas

11/06/2019

Por Josimar Melo*. Especial para a The Traveller

Viajo tanto por toda parte, mas nunca havia calhado de ir para um dos destinos turísticos mais conhecidos do mundo, Las Vegas. O que só veio a acontecer esse ano. 
Talvez essa falha no meu passaporte tenha se devido ao fato de nunca ter me sentido seduzido por jogos de azar ou shows grandiosos, marcas registradas dos famosos cassinos da cidade. Isso, até me dar conta de que Las Vegas também é, cada vez mais, um destino para quem gosta de comer. E beber. 
Percebi que é ali, naquele naco de luzes no meio de um árido deserto, que muitos dos grandes chefs de cozinha do mundo vão amarrar suas panelas. Não estou falando de cozinheiros ultrapassados ou à beira da aposentadoria: chefs premiadíssimos, no auge de seu prestígio, elegem a cidade (ou são eleitos por ela) como sede de filiais de suas famosas casas, ou mesmo abrem restaurantes com diferentes matizes.

Foi lá, por exemplo, que provei a superlativa culinária de três dos maiores nomes da cozinha francesa. Um deles, Guy Savoy, só tem restaurante (sensacional, num palacete majestoso) em Paris – fora o de Las Vegas, de cuja janela, aliás, dá até pra ver uma torre Eiffel, e onde pode-se provar pratos mágicos, como o polvo no vapor frio com croquetas, ou sua versão do clássico robalo assado com alcachofras e molho barigoule. 
Como ele, Joël Robuchon, que morreu há poucos meses e era o chef com mais estrelas no Guia Michelin do mundo, também dá nome a um restaurante na cidade. Nele, é possível provar uma versão atualizada do prato que lhe deu fama há mais de trinta anos: seu caviar com creme de couve-flor, aqui servido com uma porção de king crab
Pierre Gagnaire é outro superchef francês cuja cozinha inquieta ganhou também seu lugar ao sol no deserto de Nevada. 
Para quem gosta da boa mesa como eu, foi uma grata surpresa encontrar esses luminares todos ali pertinho. Mas não é só da alta cozinha francesa que se trata. 
Percorrendo a chamada Las Vegas Strip – trecho de sete quilômetros da Las Vegas Boulevard onde se concentram hotéis, cassinos e espaços de show –, tropeça-se também numa variedade de outros estilos e influências gastronômicas. A cozinha japonesa do Nobu, de Nova York (e atualmente espalhada pelo planeta), também está lá.
O inglês Gordon Ramsay, que antes de ser um chef-celebridade, é um tremendo cozinheiro, também está presente com vários restaurantes (num deles, o Hell's Kitchen, ele serve sua versão dos clássicos beef Wellington e bolo toffee como sobremesa). 
O renomado chef francês Jean-Georges Vongerichten, baseado em Nova York, mantém ali duas steakhouses, enquanto o espanhol José Andrés tem um restaurante de cozinha típica, o Jaleo, e outro com pratos de vanguarda. Claro que também há espaço para os americanos. O chef Michael Mina tem quatro restaurantes na cidade, entre eles o charmoso bistrô Bardot, de estilo francês, onde a salada de lagosta é impecável. Entre um carteado e outro, é preciso comer: e opções excelentes não faltam em Las Vegas.

Por trás dos cassinos

Alguns dos principais (e ótimos) restaurantes da cidade, instalados em grandes hotéis e cassinos.

Bardot
Aria Resort and Casino

Cozinha francesa de bistrô sob o comando do chef Michael Mina (que tem mais três restaurantes na cidade).

Bar Rosina
The Palazzo

Num pequeno espaço protegido dos caça-níqueis, coquetéis clássicos e outros inventivos num ambiente elegante.

Guy Savoy
Caesars Palace

Grande chef de alta cozinha francesa, tem filial de seu majestoso restaurante de Paris.

Hell's Kitchen
Caesars Palace

Um dos cinco restaurantes do chef Gordon Ramsay na cidade, com alguns de seus pratos mais populares.

Jaleo by José Andrés
The Cosmopolitan of Las Vegas

O chef espanhol radicado nos Estados Unidos serve pratos típicos feitos em bela grelha no salão.

Joël Robuchon
MGM Grand Hotel & Casino

Alta cozinha francesa com assinatura do grande chef Joël Robuchon, falecido esse ano.

Joël Robuchon
MGM Grand Hotel & Casino

Alta cozinha francesa com assinatura do grande chef Joël Robuchon, falecido esse ano.

Nobu
Caesars Palace

O japonês Nobu Matsuhisa não somente tem filial do seu restaurante, como também um hotel- boutique dentro do Caesars.

Prime Steakhouse
Bellagio Hotel and Casino

Uma das duas steakhouses do famoso chef francês radicado em Nova York Jean-Georges Vongerichten.

Twist by Pierre Gagnaire
Mandarin Oriental, Las Vegas

Alta cozinha francesa de base moderna, calcada no premiado restaurante do chef em Paris.

E MAIS

Harvest by Roy Ellamar
Bellagio Hotel and Casino

Com conceito farm-to-table, o menu do Harvest tem os ingredientes orgânicos como estrelas.

Julian Serrano Tapas
Aria Resort and Casino

O famoso chef espanhol mostra suas interpretações modernas para as tapas clássicas da Espanha.

Le Cirque
Bellagio Hotel and Casino

O opulento salão, projetado por Adam D. Tihany, é palco para o cardápio essencialmente francês do premiado restaurante.

Michael Mina
Bellagio Hotel and Casino

Com cardápio assinado pelo chef-celebridade Michael Mina, é especializado na culinária contemporânea com frutos do mar.

Yellowtail
Bellagio Hotel and Casino

Pratos inovadores da culinária japonesa combinados com uma seleção incrível de saquês e vista para as fontes do Bellagio.

* Josimar Melo é jornalista de Gastronomia e Turismo da Folha de S.Paulo, apresentou o programa O Guia, no canal NatGeo, e estreia este ano a série Comida é Arte, além de ser presidente do júri Brasil do prêmio World's 50 Best Restaurants.

0 Comentário

Onde ficar em Las Vegas